Monthly Archives: setembro 2017

TAPETES: QUAL O TIPO CERTO NA HORA DE COMPRAR?

Escolher tapete não é uma tarefa fácil, existem diferentes modelos, tamanhos, cores e até preços, então se juntarmos tudo para escolha de um tapete exato para cada ambiente seria extremamente complicado. Mas existe algumas dicas para comprar o tapete certo para o local sim! Conversamos com o arquiteto Willian Iacunas e separamos as melhores dicas para não errar na escolha do tapete:

A primeira dica e mais importante, é sempre deixar o tapete para o final do projeto, pois precisamos saber onde os móveis estão colocados, as cores e tamanho do ambiente.

Para quarto de crianças não seria muito agradável usar tapetes caros pois as chances de estragarem são altas.

Para banheiros e cozinhas não usamos os tapetes com pelos devido a umidade também desgastaria muito rápido.

Para esses ambientes citados a cima, usa-se muito os tapetes com fácil manutenção, pois podem sujar e estragar com mais facilidade. E se tiver animais de estimação, lembrem-se que  cores claras sujam com MUITA facilidade.

Para os ambientes maiores e de maior fluxo como a sala, sala de jantar e estar, os tapetes não existe um tamanho exato nem onde devem ficar, usa-se muito o tapete saindo do sofá, mas também usa-se muito os tapetes entrando até a metade do sofá, não existe um padrão a ser seguido. Hoje em dia é muito comum ver tapetes de diferentes tamanhos no mesmo ambiente, quebrando a sensação de uma coisa só.

Os tapetes de nylon são ideais para salas e salas de jantar, onde o fluxo de pessoas é maior. Eles são mais práticos de limpar e possuem cores e tamanhos variados, o que facilita a escolha.

Os tapetes de couro ficam bem em todos os ambientes, são modernos, de fácil manutenção.

Os de sisal são ótimas opções para casas de campo e de praia, é um tapete com um bom custo-benefício, preço baixo e alta durabilidade.

Já os tapetes felpudos, são indicados para ambientes de conforto total, então ficam bem em quartos, salas de tv's e estar íntimo.

Gostou das dicas? Acesse www.shoppingmoveismoema.com.br e confira muito mais!

QUARTO MONTESSORI – COMO FAZER?

O método Montessori foi desenvolvido pela médica e pedagoga Maria Montessori, onde o foco é estimular a autonomia e a liberdade das crianças. Com várias técnicas dentre elas atividades e brincadeiras, o quarto das crianças influencia muito no crescimento.

Um quarto Montessoriano tem por objetivo deixar os móveis e objetos na altura dos olhos da criança para que haja um desenvolvimento por parte dela. A seguir separamos algumas dicas de como montar um quarto estilo Montessori, confira:

  1. Cama: O colchão deve ficar no chão ou em cima de um palet para a criança deitar e levantar a hora que quiser.
  2. Brinquedos: Os brinquedos organizados em nichos no chão são ideais para gerar interesse na criança.
  3. Deixe um número de brinquedos expostos e guarde os outros. A cada 15 dias faça um revezamento para que a criança não caia na monotonia.
  4. Espelho: Um detalhe importante é deixar um espelho na parede para os pequenos se reconhecerem. Mas cuidado, cole o espelho em uma placa de MDF ou madeira para que não haja problemas caso o espelho quebre.
  5. Barra na parede: Fixe uma barra na parede para facilitar o processo de andar.
  6. Tapete: Ótimo para começar a estimular as experiências sensoriais do bebê.

Gostou das dicas e quer saber mais? Acesse: http://revistacasaejardim.globo.com/Casa-e-Jardim/Decoracao/Ambientes/Quarto/Quarto-de-crianca/noticia/2016/01/quarto-montessoriano-entenda-o-metodo-e-aprenda-decorar-o-ambiente.html

CORES PARA CADA AMBIENTE

Mudar as cores das paredes é uma tarefa divertida... Mas escolher o tom certo para cada cômodo é algo demorado e que gera dificuldade. Com isso, separamos algumas dicas para facilitar na hora de escolher a cor certa. Confira:

  1. Quarto: Tons azuis e cinza ajudam na hora do sono, fazendo com que você durma mais e com mais qualidade.
  2. Escritório: Depende da sua área de atuação. O amarelo junto com as cores quentes são ideais para profissionais criativos. Já os tons em azul são para profissionais que realizam funções mais metódicas e calmas.
  3. Banheiro: A sugestão é que se utilize tons pasteis, pois deve ser um ambiente calmo e com claridade.
  4. Cozinha: Vermelho e Amarelo são cores que estimulam o paladar e deixam as visitas ansiosas para a refeição. Porém, são cores vibrantes e tornam o ambiente quentes. O branco, por outro lado, evidencia a limpeza do ambiente e dá uma sensação de amplitude.
  5. Sala de Estar: O cartão de visita da sua casa é a sala de estar. Procure escolher algo que combine com o seu estilo e cause uma ótima impressão à quem entra.

Gostou das dicas? Acesse: https://casaclaudia.abril.com.br/ambientes/as-melhores-cores-para-pintar-cada-ambiente-da-casa/ e saiba mais.